// Construção Civil ganha uma nova companhia produtora de máquinas no CE

Com investimento estimado em US$ 200 milhões e uma planta industrial completa de 560 mil m² em Jacareí, interior de São Paulo, a Sany do Brasil reforça seu posicionamento no mercado nacional. Antes importadora, a filial da gigante chinesa Sany Group, companhia produtora de máquinas de construção civil, pavimentação, escavação, reachstacker, guindastes, máquinas portuárias e de mineração, passa a fabricar em solo brasileiro.

A fábrica, com previsão de funcionamento para 2013, torna o Brasil a quarta filial da Sany fora da China. A escolha não foi aleatória, o mercado asiático analisa que obras importantes como Copa do Mundo, Olimpíadas e construções do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) aquecerão ainda mais a indústria da construção civil nacional.

SANY NO CEARÁ

Com o objetivo de apresentar-se ao Nordeste, importante ponto estratégico, a Sany do Brasil e a Ciprol, dealer para atendimento de linha amarela na região Nordeste, promovem um coquetel no próximo sábado, 21, no Eusébio. Na ocasião também haverá a primeira demonstração de equipamentos (a escavadeira SY215C e o rolo compactador SSRD120) na região e o anúncio, por parte da Ciprol, da venda dos 30 primeiros equipamentos de linha amarela no Nordeste.
O encontro fortalece assim o compromisso da empresa no Brasil com o anúncio da construção da nova fábrica, além de reforçar o serviço de atendimento ao cliente, canal direto entre cliente e fábrica por intermédio do 0800 660 3131.

Para Ângelo Potrichi, diretor da Ciprol, trata-se de uma grande oportunidade para consolidar a marca Sany no estado do Ceará e firmar o compromisso com o mercado regional. “Fortalecer o relacionamento e construir novos são nossas prioridades. Queremos firmar a nossa marca mostrando a qualidade dos equipamentos da Sany, o compromisso da empresa com a sua instalação total no país”, explica Potrichi. O diretor ainda ressalta que o serviço de atendimento ao cliente da Sany transmite ainda mais confiança na marca. “Mostraremos que o serviço de pós-vendas está pronto para atender o cliente em qualquer região do País. É mais um elemento para confiança e relacionamento com o cliente”, acrescenta.

De acordo com Anderson Verta, gerente regional de vendas da Sany, a região é estratégica para o segmento e de extrema importância para o crescimento das vendas. “Nossa perspectiva é de que a linha amarela tenha um alto crescimento em 2012. Para aproveitarmos este incremento, precisamos de um intenso apoio do pós-vendas, integrado com nossos parceiros. Grandes obras de construção civil, mineração, hidrelétrica e petroquímica estão em andamento na região e temos diversas oportunidades de trabalho”, detalha o gerente. De acordo com ele, a região Nordeste tem potencial para seguir a tendência de crescimento do mercado brasileiro, que deve ter um aumento de 18% nas vendas de máquinas e equipamentos utilizados no setor da construção e nas obras de infraestrutura, conforme indicadores do “Estudo Sobratema do Mercado Brasileiro de Equipamentos para Construção”.

SOBRE A SANY DO BRASIL

No Brasil, a trajetória do Grupo Sany pode ser dividida em quatro etapas. A primeira, de 2007 a 2009, quando atuava como importador de equipamentos. O segundo momento marcou a consolidação do Grupo no país, com o anúncio de investimentos da ordem de US$ 200 milhões, em 2010. A terceira etapa teve início em janeiro de 2011, com o início da operação no regime de CKD (Completely Knock-Down) para montagem de escavadeiras e guindastes. A perspectiva é de que a próxima etapa tenha início em 2013, quando o Grupo Sany iniciará a fabricação de equipamentos no País em um terreno de 560 mil m² adquirido em Jacareí-SP.

A Sany Brasil conta com aproximadamente 350 colaboradores, mais de 85% deles brasileiros, que trabalham em sintonia com os planos de crescimento da companhia no país, em ritmo acelerado para acompanhar as necessidades do mercado nacional e internacional.

Fonte: Jornal O Estado

Compartilhe nas redes sociais
Highslide for Wordpress Plugin